Assunto para o dia todo, todo o dia. Jornal Hoje Livre o melhor do ABCDM.

Carnaval se aproxima e bancos de sangue estão em estado de alerta

Os dados não são animadores, mas, é comum que em feriados prolongados, como o Carnaval, haja aumento de acidentes nas estradas brasileiras, fato que gera sobrecarga aos bancos de sangue em todo o País, que contam atualmente com apenas 1,9% da população doando sangue voluntariamente.

bancos

Em São Paulo, a Fundação Pró Sangue, um dos maiores bancos da América Latina, coleta e processa mensalmente, aproximadamente, 12 mil bolsas de sangue que são destinados a mais de cem instituições públicas, sendo responsável por cerca de 32% do sangue coletado em toda região metropolitana do estado.

Realidade parecida é a do Hemocentro São Lucas, que atende 60 hospitais na Grande São Paulo e mobiliza cerca de seis mil pessoas mensalmente para manter os estoques de sangue abastecidos para atender os hospitais cadastrados. “Não é uma tarefa fácil, é preciso conscientizar o tempo todo sobre a doação de sangue, que é um procedimento seguro e sempre lembrar sobre os requisitos necessários para a doação. Infelizmente, as épocas festivas acabam consumindo mais bolsas de sangue e é essencial termos mais doadores nesses períodos”, comenta Dr. Elíseo Sekyia, diretor médico do Hemocentro São Lucas.

Os procedimentos, em todo o Brasil, são extremamente seguros e passam por rigorosos controles de qualidade. Antes da doação, os voluntários passam por entrevistas e realizam alguns exames prévios. Após a coleta, o sangue é testado para diversas patologias, garantindo que o material coletado esteja em condições saudáveis para futuros procedimentos. Cada doador pode ajudar até quatro pessoas, pois as bolsas são fracionadas em plasma, hemácias ou glóbulos vermelhos, plaquetas e crioprecipitado, que podem ser destinados a tratamentos diversos, anemias, hemorragias, quimioterapias, entre outros.

CAMPANHAS INCENTIVAM DOAÇÃO DE SANGUE EM PERÍODO DE CARNAVAL
As doações voluntárias – quando não são para repor o uso de um paciente específico – tem aumentado no Brasil. Esse crescimento se dá também por iniciativas de grupos independentes e empresas que buscam incentivar a prática com frequência. Um exemplo são as campanhas Sangue Azul, do Grupo Gaia, que acontecem duas vezes ao ano para todos os colaboradores.

Neste mês, o CEO da empresa, João Paulo Pacifico, atingiu 100 mil seguidores no LinkedIn e lançou um convite a todos: uma grande doação de sangue para manter os números positivos nos estoques. Os doadores ainda podem ganhar o livro Onda Azul, escrito pelo empresário e em fase de pré-lançamento. “Tentamos, de alguma forma, devolver nossas conquistas para a sociedade, com iniciativas e projetos que impactam na vida das pessoas. Com a conquista dos 100 mil não seria diferente. Por que não sensibilizar tanta gente para a importância da doação de sangue?”, destaca Pacifico.
Para participar da campanha Sangue Azul, basta postar uma foto do momento da doação em suas redes sociais, durante o mês de fevereiro, com as hashtags #SANGUEAZUL e #ONDAAZUL. Aos que quiserem receber o livro Onda Azul, basta enviar a foto também pelo e-mail: sangueazul@grupogaia.com.br. O livro pode ser retirado pessoalmente na Gaia, onde ainda é possível conhecer o Tobogaia e o redário a três metros de altura, ou pagar o frete e receber pelos Correios.
“Acreditamos que se a pessoa quis participar do Sangue Azul, é porque, de alguma forma, ela topou mudar o mundo com a gente, porque acredita que a felicidade mora nos pequenos gestos. Então, ela já faz parte da nossa Onda Azul, por isso vamos dar o livro para que ela entenda melhor esse nosso jeito diferente de fazer acontecer”, finaliza o empresário.

REQUISITOS BÁSICOS PARA A DOAÇÃO DE SANGUE
– Estar em boas condições de saúde.
– Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (para menores de 18 anos, verificar no site (www.hemocentrosaolucas.com.br) documentos necessários e formulários de autorização).
– Pesar no mínimo 50kg.
– Não ingerir bebida alcoólica 48 horas antes da doação
– Não ter realizado exame/procedimentos com endoscópio nos últimos 6 meses
– Não ter feito tatuagem ou piercing nos últimos 6 meses
– Não ter diabetes (com uso de insulina) ou epilepsia
– Não ter tido Hepatite após os 11 anos de idade
– Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas) e alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem à doação).
– Apresentar documento original com foto recente (que permita a identificação do candidato), emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social ou Carteira de Habilitação).

SOBRE O LIVRO ONDA AZUL
De forma leve, o empresário João Paulo Pacifico, fundador do Grupo Gaia, narra sua trajetória rumo a construção do maior grupo de securitização do Brasil. Através da leitura, é possível entender como a escolha de valores verdadeiros impulsionaram a criar uma onda de motivação entre colaboradores e clientes, demonstrando que a valorização das relações humanas deve estar sempre à frente do lucro e que um ambiente de trabalho feliz cria relações sólidas e promissoras para as empresas, propondo uma mudança cultural nos valores corporativos. Após o sucesso do e-book, que teve mais de 4 mil downloads, o livro físico será lançado neste ano. Toda a renda obtida com as vendas será revertida para a Gaia+, ONG que atua com educação para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social. Já é possível adquirir o livro através do Facebook do Grupo Gaia.

SOBRE O GRUPO GAIA
Fundado em 2009, o Grupo Gaia é o maior grupo de securitizadoras do país, atuando no setor imobiliário, agropecuário, crédito financeiro e gestão de cobrança. Além das quatro empresas do mercado financeiro com mais de R$14 bi em operações, o Grupo possui ainda a ONG educacional Gaia+, que já beneficiou mais de 2 mil crianças em 2 anos, e a Gaia Esportes, que já realizou mais de 30 eventos esportivos.

Mas, tão importante quanto os negócios do Grupo, são seus 10 valores, que começam com Pratique a Gratidão e encerram com Celebre. Essa inovadora cultura, chamada de Onda Azul, traz como um dos principais pilares a felicidade no trabalho. E isso pode ser conferido no escritório da empresa, que conta com tobogã, balanço, rede e, estampado na parede, sua missão: Desenvolver empresas saudáveis, felizes e com propósito.

0 comentários

Adicionar comentário

Outros artigosir para home

Brasileiros são maiores vítimas de vírus que roubam senhas, diz estudo

Brasileiros são maiores vítimas de vírus que roubam senhas, diz estudo(0)

Pesquisadores analisaram os ataques contra usuários do Google durante um ano, de março de 2016 a março de 2017, e descobriram que

Moto Z ganha acessório da  Polaroid que imprime fotos

Moto Z ganha acessório da Polaroid que imprime fotos(0)

A Motorola, empresa do grupo Lenovo, anunciou nesta quarta-feira (15) um novo acessório para o smartphone Moto Z, que é capaz

Reforma trabalhista: como ficou a lei com a nova MP publicada pelo governo

Reforma trabalhista: como ficou a lei com a nova MP publicada pelo governo(0)

A reforma trabalhista entrou em vigor no dia 11 de novembro, mas o governo já editou uma Medida Provisória (MP) que altera parte

A “floresta marinha” da Amazônia

A “floresta marinha” da Amazônia(0)

Uma pesquisa de 2016 revelou a existência de bancos de corais na foz do rio Amazonas. Cientistas agora acreditam que esses bancos

ACISBEC realiza dois eventos gratuitos, no mesmo dia, para públicos diferentes

ACISBEC realiza dois eventos gratuitos, no mesmo dia, para públicos diferentes(0)

A ACISBEC (Associação Comercial e Industrial de São Bernardo do Campo) realizou dois eventos gratuitos no mesmo dia, de diferentes

ler mais


Entre em contato

Grupo Hoje Livre - Av. Brig. Faria Lima, 2381 - Sala 9 - São Bernardo do Campo - SP

Redes sociais

Categorias mais populares

© 2014 Jornal Hoje Livre - Todos os direitos reservados.