Assunto para o dia todo, todo o dia. Jornal Hoje Livre o melhor do ABCDM.

CPI do Lixo vai solicitar contrato de empresa

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar a prestação de serviço de coleta e tratamento de lixo firmada entre a Prefeitura de São Bernardo e o consórcio SBC Valorização de Resíduos, no valor aproximado de R$ 4,2 bilhões, aprovou na quarta-feira (15) requerimento para que a administração municipal envie aos membros cópia do contrato. A solicitação foi aprovada pelos integrantes – 11 parlamentares – no mesmo dia em que foram eleitos o vice-presidente e o relator da CPI, os vereadores Eliezes Mender (PTN) e Juarez Tudo Azul (PSDB), respectivamente.

lixo

O presidente e propositor da CPI, vereador Ary de Oliveira (PSDB), destacou que o objetivo da solicitação é conhecer as bases e os termos do contrato, para que seja possível elaborar os questionamentos, bem como elencar quem deve ser convocado. “As reuniões vão acontecer a cada 15 dias, começando no dia 23 de fevereiro. Até lá, já vamos ter recebido a documentação solicitada e teremos condições de dar andamento aos trabalhos”, explicou.
Na primeira reunião do grupo – que conta ainda com os vereadores Antônio Carlos da Silva, o Toninho da Lanchonete (PT); Aurélio (PTB); Rafael Demarchi (PRB); Julinho Fuzari (PPS); Fran Silva (SD); Gordo da Adega (PCdoB); Índio (PR); Martins Martins (PHS); Ramon Ramos (PDT); Reginaldo Burguês (PSD) e Mauro Miaguti (DEM) – chegou a ser cogitada a convocação do ex-secretário de Serviços Urbanos e Coordenação Governamental, Tarcisio Secoli (PT) e o ex-diretor de Limpeza Urbana Maurício Cardoso, mas o entendimento geral foi que as convocações seriam mais adequadas após o recebimento do contrato.

“Com tudo analisado, teremos condições de elaborar melhor as perguntas”, pontuou Oliveira. Com maioria de parlamentares situacionistas, o presidente acredita que os trabalhos vão correr sem contratempos. A comissão tem, regimentalmente, 60 dias para concluir as atividades, podendo ser prorrogado, se necessário.
Único vereador declaradamente oposicionista, Toninho da Lanchonete (PT) afiemu que a bancada petista é a maior interessada em esclarecer qualquer irregularidade que por ventura possa existir no contrato. “Apoiamos a criação da CPI. Votamos favorável ao requerimento de instalação, porque qualquer irregularidade que possa existir é preciso que seja esclarecida”, afirmou.

Histórico
A Prefeitura de São Bernardo e o consórcio SBC Valorização de Resíduos, formado pelas empresas Revita Engenharia e Lara Central de Tratamento de Resíduos, assinaram em 2011 contrato de prestação de serviços por 30 anos, que previa além da coleta e tratamento do lixo, construção de uma usina de reciclagem que iria gerar energia com a queima dos materiais que não pudessem ser reaproveitados. O empreendimento seria instalado na região do Alvarenga, mas a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) não emitiu as licenças necessárias. O contrato tem valor estimado em R$ 4,2 bilhões.

Entre os dias 6 e 8 deste mês, os trabalhadores da SBC Valorização de Resíduos fizeram uma paralisação, reivindicando pagamento de salários atrasados. As empresas alegam que a prefeitura deve mais de R$ 60 milhões. A administração confirma que existem pagamentos pendentes, mas defende que o contrato seja revisto. Na tarde da última terça-feira (14), o prefeito Orlando Morando (PSDB) afirmou que foi pedida a rescisão da prestação de serviço. O consórcio, que tem até o dia 22 deste mês para recorrer, não quis se pronunciar.

0 comentários

Adicionar comentário

Outros artigosir para home

Brasileiros são maiores vítimas de vírus que roubam senhas, diz estudo

Brasileiros são maiores vítimas de vírus que roubam senhas, diz estudo(0)

Pesquisadores analisaram os ataques contra usuários do Google durante um ano, de março de 2016 a março de 2017, e descobriram que

Moto Z ganha acessório da  Polaroid que imprime fotos

Moto Z ganha acessório da Polaroid que imprime fotos(0)

A Motorola, empresa do grupo Lenovo, anunciou nesta quarta-feira (15) um novo acessório para o smartphone Moto Z, que é capaz

Reforma trabalhista: como ficou a lei com a nova MP publicada pelo governo

Reforma trabalhista: como ficou a lei com a nova MP publicada pelo governo(0)

A reforma trabalhista entrou em vigor no dia 11 de novembro, mas o governo já editou uma Medida Provisória (MP) que altera parte

A “floresta marinha” da Amazônia

A “floresta marinha” da Amazônia(0)

Uma pesquisa de 2016 revelou a existência de bancos de corais na foz do rio Amazonas. Cientistas agora acreditam que esses bancos

ACISBEC realiza dois eventos gratuitos, no mesmo dia, para públicos diferentes

ACISBEC realiza dois eventos gratuitos, no mesmo dia, para públicos diferentes(0)

A ACISBEC (Associação Comercial e Industrial de São Bernardo do Campo) realizou dois eventos gratuitos no mesmo dia, de diferentes

ler mais


Entre em contato

Grupo Hoje Livre - Av. Brig. Faria Lima, 2381 - Sala 9 - São Bernardo do Campo - SP

Redes sociais

Categorias mais populares

© 2014 Jornal Hoje Livre - Todos os direitos reservados.