Decretada a prisão preventiva do Prefeito de Mauá, Átila Jacomussi

O desembargador Mauricio Kato do TRF (Tribunal Regional Federal) decretou a prisão preventiva do prefeito de Mauá, Átila César Monteiro Jacomussi (PSB), na última sexta-feira (11). Também foram presos em ações da Operação Prato Feito, defragrada pela Polí- cia Federal (PF) o secretário de Governo e Transportes de Mauá, João Eduardo Gaspar (PCdoB), e o prefeito de Mongaguá, no litoral paulista, Artur Parada (PSDB).

O desembargador manteve a prisão dos dois convertendo a temporária em preventiva. operação prato feito Dinheiro Os três foram presos em fragrante após a PF encontrar uma grande quantidade de dinheiro em suas residências. Na casa de Atila foram encontrados R$ 87 mil em espécie e na casa do seu secretário, João Gaspar, a polícia encontrou mais R$ 588 mil. Na residência de Artur Parada, prefeito de Mongaguá, foram encontrados R$ 5,3 milhões. Segundo a Polícia Federal, grupos criminosos agiam contatando prefeituras por meio de lobistas, para direcolar. Nós tivemos registro, ao longo destes anos, do fornecimento de lanche para uma criança de uma bolacha maisena com leite diluído, suco substituindo o leite”, desabafa a delegada Melissa Maximino Pastor. Campanhas Com propostas de financiamento de campanhas eleitorais políticos eram procurados e a moeda de troca era, se eleitos, a terceirização da merenda escolar. Editais eram elaborados com inclusão de cláusulas restritivas que beneficiavam os interessados e direcionavam a disputa. Na contratação, também eram formalizados vários aditamentos ilegais, como meio de garantir lucro às contratadas. Em contrapartida às fraudes, lobistas negociavam propina para agentes públicos, de acordo com levantamento apresentado pela Polícia Federal para justificar os mandados cumpridos na última semana. Os investigados devem responder pelos crimes de fraude a licitações, associação criminosa, corrupção ativa e corrupção passiva, com penas que variam de 1 a 12 anos de prisão. cionar licitações que usavam recursos federais. Esses contratos eram feitos para fornecer merenda escolar, uniformes, material didático e outros serviços a escolas municipais, formando a chamada “Máfia da Merenda”. O deputado estadual Fernando Capez também aparece na lista de nomes ainda investigados pela Polícia Federal, mas continua em liberdade e nega qualquer vínculo com a chamada máfia. “O que é chocante foram os registros na inexecução contratual da merenda es-

0 comentários

Adicionar comentário

Outros artigosir para home

BNDES apoiará projetos de Internet das Coisas com pelo menos R$ 1 mi

BNDES apoiará projetos de Internet das Coisas com pelo menos R$ 1 mi(0)

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) lançou nesta quinta-feira (14) o início da seleção de projetos-piloto de Internet das Coisas (IoT), que receberão ao menos R$ 1 milhão. de incentivo Conduzida ao lado do Ministério da Ciência, Tecnologia e Comunicações (MCTIC), a iniciativa tem orçamento de R$ 20 milhões, cujos recursos não são reembolsáveis.

Justiça limita reajuste de planos de saúde individuais a 5,72%

Justiça limita reajuste de planos de saúde individuais a 5,72%(0)

O juiz José Henrique Prescendo, da 22ª Vara Cível Federal de São Paulo, de- terminou que a Agência Nacional de Saúde Complementar (ANS) aplique a inflação do setor de saúde como teto para reajuste dos planos de saúde in- dividuais e familiares em 2018. Dessa forma, a correção desses planos fica limitada a 5,72% –

Justiça alemã multa Volkswagen em 1 bilhão de euros no caso ‘Dieselgate’

Justiça alemã multa Volkswagen em 1 bilhão de euros no caso ‘Dieselgate’(0)

A Promotoria de Brauns- chweig, na Alemanha, im- pôs na última quarta-feira (13) uma multa de 1 bilhão de euros para o grupo Volkswagen pela mani- pulação das emissões de gases em motores a diesel nesta quarta-feira (13). A montadora alemã aca- tou a decisão e se decla- rou responsável pelas acu- sações no caso

Câmara dos Deputados aprova descriminalização do aborto

Câmara dos Deputados aprova descriminalização do aborto(0)

O plenário da Câmara de Deputados da Argentina, nesta quinta-feira (14), em uma sessão disputada e histórica, decidiu: por 131 votos a 123, que as mulheres terão direito ao aborto legal em qualquer circunstância até a 14ª semana de gestação. Também houve 1 abstenção.

Como Tite trouxe o Brasil para a era moderna do futebol

Como Tite trouxe o Brasil para a era moderna do futebol(0)

Era o dia 9 de julho de 2014. A Argentina havia acabado de derrotar a Holanda nos pênaltis e chegar à final da Copa do Mundo. Mas todo mundo ainda tentava assimilar o inesperado resultado da outra semifinal. O Brasil havia sido aniquila- do pela Alemanha por 7 a 1.

ler mais


Entre em contato

Av. Brig. Faria Lima, 2381 - Sala 9 - São Bernardo do Campo - SP

Redes sociais

Categorias mais populares

© 2014 Jornal Hoje Livre - Todos os direitos reservados.