Diretor da Roma pede VAR na Champions e técnico se recusa a reclamar de arbitragem

Depois da eliminação da Roma na semifinal da Uefa Champions League, o diretor esportivo do clube italiano, Ramón Rodríguez Verdejo, o Monchi,

reclamou da arbitragem da partida desta quarta-feira contra o Liverpool. O time da casa venceu por 4 a 2 no Estádio Olímpico de Roma, mas o resultado não foi o suficiente para leva-lo à decisão, uma vez que havia perdido por 5 a 2 na ida. O dirigente reclamou de dois pênaltis não marcados a favor dos mandantes pelo árbitro Damir Skomina. Primeiramente, no começo do segundo tempo, Dzeko foi derrubado pelo goleiro Karius, mas foi assinalado um impedimento duvidoso do atacante. Depois, os italianos pediram a penalidade após um chute de El Shaarawy parar no braço de Arnold. “Parabéns ao Liverpool pela final, mas é hora de o futebol italiano elevar suas vozes. Sou espanhol, mas creio que o futebol italiano tem que levantar a voz agora, porque não é normal. Não entendo porque não há VAR na competição de clubes de futebol mais importante do mundo. Os garotos no vestiário estavam muito irritados. Esperamos que os que decidam o próximo ano posso colocar o o VAR. Não sei por que não há, mas necessitamos dele. Sem estes erros tudo teria mudado”, afirmou Monchi. “Este é o momento de se fazer ouvir. Assim não podemos seguir, merecíamos mais. Sem os erros de arbitragem tudo teria mudado. Lá sofremos um gol em impedimento, aqui não nos deram dois pênaltis clamorosos e em um, além disso, era expulsão. É hora de levantar a voz, não só a Roma. A Juventus também sofreu com o Real Madrid, o futebol italiano deve erguer a voz, porque o ocorrido é clamoroso. Devemos parabenizar o Liverpool, mas também devemos nos ocupar de outras coisas. Repito, ali sofremos um gol impedido e esta noite houve dois pênaltis para nós.” O técnico Eusebio di Francesco também falou sobre arbitragem, mas adotou um discurso bem diferente. “Vamos ver na televisão, todos diziam que eram pênaltis. Não há grande capacidade de colaboração entre os árbitros, ainda que o erro é humano e sempre se pode se equivocar. Nós podíamos ter também mais atenção na defesa”, afirmou o treinador. Di Francesco ainda comentou sobre a eliminató- ria, na qual o Liverpool venceu por 7 a 6 no placar agregado. Agora, os ingleses irão decidir a taça da Champions diante do Real Madrid. “Nos dois jogos, o Liverpool jogou bem e é uma grande equipe. Faltou a nós 45 minutos, nos quais não estávamos, foram episódios que não nos ajudou. Na segunda etapa, eles estavam em dificuldade. Complicamos nossa vida sozinhos com o primeiro gol.

0 comentários

Adicionar comentário

Outros artigosir para home

BNDES apoiará projetos de Internet das Coisas com pelo menos R$ 1 mi

BNDES apoiará projetos de Internet das Coisas com pelo menos R$ 1 mi(0)

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) lançou nesta quinta-feira (14) o início da seleção de projetos-piloto de Internet das Coisas (IoT), que receberão ao menos R$ 1 milhão. de incentivo Conduzida ao lado do Ministério da Ciência, Tecnologia e Comunicações (MCTIC), a iniciativa tem orçamento de R$ 20 milhões, cujos recursos não são reembolsáveis.

Justiça limita reajuste de planos de saúde individuais a 5,72%

Justiça limita reajuste de planos de saúde individuais a 5,72%(0)

O juiz José Henrique Prescendo, da 22ª Vara Cível Federal de São Paulo, de- terminou que a Agência Nacional de Saúde Complementar (ANS) aplique a inflação do setor de saúde como teto para reajuste dos planos de saúde in- dividuais e familiares em 2018. Dessa forma, a correção desses planos fica limitada a 5,72% –

Justiça alemã multa Volkswagen em 1 bilhão de euros no caso ‘Dieselgate’

Justiça alemã multa Volkswagen em 1 bilhão de euros no caso ‘Dieselgate’(0)

A Promotoria de Brauns- chweig, na Alemanha, im- pôs na última quarta-feira (13) uma multa de 1 bilhão de euros para o grupo Volkswagen pela mani- pulação das emissões de gases em motores a diesel nesta quarta-feira (13). A montadora alemã aca- tou a decisão e se decla- rou responsável pelas acu- sações no caso

Câmara dos Deputados aprova descriminalização do aborto

Câmara dos Deputados aprova descriminalização do aborto(0)

O plenário da Câmara de Deputados da Argentina, nesta quinta-feira (14), em uma sessão disputada e histórica, decidiu: por 131 votos a 123, que as mulheres terão direito ao aborto legal em qualquer circunstância até a 14ª semana de gestação. Também houve 1 abstenção.

Como Tite trouxe o Brasil para a era moderna do futebol

Como Tite trouxe o Brasil para a era moderna do futebol(0)

Era o dia 9 de julho de 2014. A Argentina havia acabado de derrotar a Holanda nos pênaltis e chegar à final da Copa do Mundo. Mas todo mundo ainda tentava assimilar o inesperado resultado da outra semifinal. O Brasil havia sido aniquila- do pela Alemanha por 7 a 1.

ler mais


Entre em contato

Av. Brig. Faria Lima, 2381 - Sala 9 - São Bernardo do Campo - SP

Redes sociais

Categorias mais populares

© 2014 Jornal Hoje Livre - Todos os direitos reservados.