Israel ataca forças iranianas na Síria

O Exército israelense lan- çou ao menos 70 mísseis contra posições iranianas na Síria, nesta quinta-feira (10), numa represália ao ataque com foguetes feito por forças iranianas em território sírio, contra bases israelenses nas Colinas do Golã.

O ataque marca a maior intervenção israelense desde o início da guerra civil na Síria, onde forças iranianas, milícias xiitas e soldados russos estão estacionados em apoio ao regime do ditador Bashar al-Assad. “Bombardeamos quase todas as infraestruturas iranianas na Síria. Se nos molham com chuva, nós fazemos cair uma tempestade sobre eles”, disse o ministro de Defesa israelense, Avigdor Lieberman. “Espero que eles tenham entendido a mensagem.” Segundo o governo Benjamin Netanyahu, as for- ças iranianas dispararam, a partir da Síria, 20 foguetes que tiveram como alvo posições militares israelenses no Golã, território tomado da Síria por Israel na Guerra dos Seis Dias, em 1967. Todos os disparos foram interceptados. Resposta imediata A resposta israelense foi imediata e dura: envolveu quase 30 aeronaves e o disparo de 70 mísseis. De acordo com o independente Observatório Sírio de Direitos Humanos, 23 combatentes morreram no ataque, o que inclui cinco soldados sírios e 18 integrantes de forças aliadas. O vice-ministro das Relaacontece ções Exteriores russo, Mikhail Bogdanov, apelou à moderação. O presidente francês, Emmanuel Macron, pediu o fim da escalada de confrontação, a maior entre Irã e Israel na guerra síria. Uma guerra complexa Israel vem tentando se manter relativamente distante da guerra civil na vizinha Síria desde que o conflito teve início, em 2011, apesar de ter realizado uma série de ataques aéreos contra carregamentos de armas supostamente destinados ao libanês Hisbolá, grupo militante aliado de Teerã e Damasco. Recentemente, autoridades israelenses vêm alertando para o fato de o Irã e seus aliados xiitas estarem se estabelecendo permanentemente na Síria, o que poderia se voltar contra Israel. Autoridades israelenses temem que os iranianos usem a Síria para efetuar ataques ou criar um corredor para o Líbano, que facilitaria a transferência de armas para o Hisbolá. Israel combateu o grupo militante xiita na devastadora Guerra do Líbano de 2006. “O Irã está fazendo da Sí- ria uma nova frente contra Israel, um trampolim para conquistar Israel a partir de lá”, disse recentemente a ministra israelense da Justiça, Ayelet Shaked. “Israel não ficará de braços cruzados, observando o Irã tomar conta da Síria.” Ataques Os militares israelenses até agora já reconheceram ter realizado cerca de cem ataques contra alvos na Sí- ria, mas nenhum do porte do desta quinta-feira. O cenário se complica também pelo fato de o Hisbolá, apoiado pelo Irã, se aproximar cada vez mais da fronteira com Israel através das Colinas do Golã. E o regime de Assad, aliada de ambos, costuma pôr a Síria à frente da resistência a Israel. O Irã está presente na Sí- ria com vários grupos de milícias. Teerã vem usando cada vez mais a guerra civil síria para interferir em Israel. O Irã investe pesadamente no Hisbolá – atualmente, são 800 milhões de dólares anuais. Há anos que o Hisbolá vem expandindo constantemente seu arsenal. A organização teria cerca de 120 mil mísseis apontados na direção de Israel.

0 comentários

Adicionar comentário

Outros artigosir para home

BNDES apoiará projetos de Internet das Coisas com pelo menos R$ 1 mi

BNDES apoiará projetos de Internet das Coisas com pelo menos R$ 1 mi(0)

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) lançou nesta quinta-feira (14) o início da seleção de projetos-piloto de Internet das Coisas (IoT), que receberão ao menos R$ 1 milhão. de incentivo Conduzida ao lado do Ministério da Ciência, Tecnologia e Comunicações (MCTIC), a iniciativa tem orçamento de R$ 20 milhões, cujos recursos não são reembolsáveis.

Justiça limita reajuste de planos de saúde individuais a 5,72%

Justiça limita reajuste de planos de saúde individuais a 5,72%(0)

O juiz José Henrique Prescendo, da 22ª Vara Cível Federal de São Paulo, de- terminou que a Agência Nacional de Saúde Complementar (ANS) aplique a inflação do setor de saúde como teto para reajuste dos planos de saúde in- dividuais e familiares em 2018. Dessa forma, a correção desses planos fica limitada a 5,72% –

Justiça alemã multa Volkswagen em 1 bilhão de euros no caso ‘Dieselgate’

Justiça alemã multa Volkswagen em 1 bilhão de euros no caso ‘Dieselgate’(0)

A Promotoria de Brauns- chweig, na Alemanha, im- pôs na última quarta-feira (13) uma multa de 1 bilhão de euros para o grupo Volkswagen pela mani- pulação das emissões de gases em motores a diesel nesta quarta-feira (13). A montadora alemã aca- tou a decisão e se decla- rou responsável pelas acu- sações no caso

Câmara dos Deputados aprova descriminalização do aborto

Câmara dos Deputados aprova descriminalização do aborto(0)

O plenário da Câmara de Deputados da Argentina, nesta quinta-feira (14), em uma sessão disputada e histórica, decidiu: por 131 votos a 123, que as mulheres terão direito ao aborto legal em qualquer circunstância até a 14ª semana de gestação. Também houve 1 abstenção.

Como Tite trouxe o Brasil para a era moderna do futebol

Como Tite trouxe o Brasil para a era moderna do futebol(0)

Era o dia 9 de julho de 2014. A Argentina havia acabado de derrotar a Holanda nos pênaltis e chegar à final da Copa do Mundo. Mas todo mundo ainda tentava assimilar o inesperado resultado da outra semifinal. O Brasil havia sido aniquila- do pela Alemanha por 7 a 1.

ler mais


Entre em contato

Av. Brig. Faria Lima, 2381 - Sala 9 - São Bernardo do Campo - SP

Redes sociais

Categorias mais populares

© 2014 Jornal Hoje Livre - Todos os direitos reservados.