Assunto para o dia todo, todo o dia. Jornal Hoje Livre o melhor do ABCDM.

Idosos participam de oficinas de inclusão digital na onda das redes sociais

Aos poucos a terceira idade de São Bernardo do Campo está deixando de lado o drama de ficar cara a cara com computadores. Graças às oficinas de informática do Centro de Referência do Idoso (CRI), a Prefeitura tem promovido anualmente a inclusão digital de dezenas de vovôs e vovós que até então suavam frio só de pensar em se aproximar da máquina para acessar as redes sociais e contatar filhos e netos espalhados pelo Brasil e no exterior.

idosos

A procura pelo curso tem sido tamanha que, na edição deste ano, 432 alunos se matricularam e já participam das aulas, ministradas por quatro oficineiros, de segunda a quinta-feira, em dois períodos (9h às 12h e das 13h às 16h). Ao todo são 32 turmas, 16 em cada período. Cada aula dura uma hora e meia.

Pedro Isaias do Nascimento, 62 anos, morador do Parque Selecta, retomou em março projeto abandonado em 1999. “Naquele ano iniciei um curso básico, mas já esqueci tudo. Como em minha área profissional (manutenção geral) não usava computador, acabei deixando de lado. Hoje vejo o quanto é importante: tinha dificuldade até para acessar caixas eletrônicos e usar os comandos do celular para enviar mensagens. Com esse curso me sinto mais independente.”

Aluno aplicado, o aposentado diz que comprou um notebook para treinar em casa e já consegue acessar as redes sociais. “Aos poucos vou me soltando. Meu irmão é técnico em manutenção de computadores e criou um perfil para mim no Facebook. Sem rede social a gente fica isolado. Precisa entender um pouco de informática até para mexer no celular, que hoje até parece computador”, disse Nascimento, que está ensinando a esposa a usar a máquina.

A dona de casa Helena Kibino, 65, também procurou o CRI para se inserir no mundo digital. “Vi a necessidade de aprender para acessar o ‘Face’ e me comunicar com filhas e netos que moram em Curitiba. Uma filha criou um perfil para mim, mas, como ainda não sei mexer muito bem, acabo não acessando. Com o curso, acho que vai facilitar.” Para a filha de imigrantes japoneses, o uso do computador a ajudará a manter o cérebro “mais ativo”.

Aprendizado – A oficina tem dois anos. No primeiro, para iniciantes, o aluno aprende noções básicas do computador (o que é, para que serve e sua composição: mouse, teclado, monitor), uso do mouse, teclado e programas como o word (digitação de texto, tipos de letra, acentos, pontuação) e como salvar arquivos. No segundo ano (curso básico), já familiarizado com o computador, o aluno aprende a formatar texto (copiar, recortar, colar) e tem o primeiro contato com a internet. Aprende a enviar e-mail, anexar arquivos e a fazer pesquisas nos sites. Nos computadores usados nas oficinas os alunos não têm acesso às redes sociais.

A matrícula para a oficina é realizada sempre no início do ano (janeiro e fevereiro) e é válida para o ano corrente. O aluno deve realizar nova matrícula no ano seguinte. Tal medida é necessária para que se tenha o controle de pessoas que vão continuar, o que permite a abertura de novas vagas.

No decorrer do curso, mesmo que haja desistência, não são feitos encaixes. No mês de julho, com a chegada das férias, são contabilizadas eventuais desistências. Caso isso ocorra, há o remanejamento de alunos entre as turmas. Nesse período é possível a abertura de novas turmas.

FONTE PMSBC

0 comentários

Adicionar comentário

Outros artigosir para home

Consórcio debate planejamento de atividades do Centro de Formação

Consórcio debate planejamento de atividades do Centro de Formação(0)

O Grupo de Trabalho Segurança Pública discutiu, na segunda-feira (20), o planejamento das atividades do Centro Regional de Formação em Segurança Urbana (CRFSU) ao longo deste ano. Localizada em São Bernardo do Campo, a unidade é mantida pelo Consórcio Intermunicipal Grande ABC e tem entre seus objetivos proporcionar uma formação de caráter integral e humanizado

Veja como o brasileiro  pode se aposentar

Veja como o brasileiro pode se aposentar(0)

O sonho da aposentadoria está cada vez mais distante para os brasileiros, especialmente agora, com a provável reforma na Previdência Social. Atualmente, mesmo os que conseguem se aposentar, precisam continuar trabalhando porque o benefício é muito baixo. Para o trabalhador, este é o momento de buscar educação financeira para garantir seu futuro sem depender do

Brasil estaciona no ranking de  desenvolvimento humano da ONU

Brasil estaciona no ranking de desenvolvimento humano da ONU(0)

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) divulgou na última terça-feira (21) o Relatório de Desenvolvimento Humano (RDH), e o Brasil se manteve no 79º lugar no ranking que abrange 188 países, do mais ao menos desenvolvido. O relatório foi elaborado em 2016 e tem como base os dados de 2015. O IDH

“The King of Fighters” terá série em computação gráfica

“The King of Fighters” terá série em computação gráfica(0)

Uma animação em computação gráfica chamada “The King of Fighters: Destiny” está prevista para estrear na metade deste ano. Atores japoneses e chineses farão as vozes dos personagens, mas ainda não há informações sobre sua transmissão – e possíveis acordos de exclusividade para streaming, por exemplo. Em termos de história, essa animação contará os primórdios

Cidade promete zerar fila de  espera na Saúde em 90 dias

Cidade promete zerar fila de espera na Saúde em 90 dias(0)

A Prefeitura de São Caetano deu início esta semana ao programa Intensivão da Saúde, cujo objetivo é acabar com a fila de espera por consultas e exames na rede pública do município. A expectativa é a de que a ação consiga acabar em prazo de até 90 dias com toda a demanda reprimida da cidade,

ler mais


Entre em contato

Grupo Hoje Livre - Av. Brig. Faria Lima, 2381 - Sala 9 - São Bernardo do Campo - SP

Redes sociais

Categorias mais populares

© 2014 Jornal Hoje Livre - Todos os direitos reservados.
Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com