PF monta esquema para evitar encontro entre Lula e seus delatores

O ex-presidente Lula não receberá visitas no mesmo dia que os outros presos da Polícia Federal paranaense para evitar que seus parentes cruzem com familiares de seus delatores Antônio Palocci, Léo Pinheiro e Renato Duque.

As visitas na PF acontecem sempre às quartas. A data das visitas de Lula ainda não foi definida.

A informação foi passada pela presidente do Conselho da Comunidade de Curitiba, entidade de defesa de direitos humanos, Isabel Kugler Mendes, que hoje se reuniu com a direção da Polícia Federal paranaense.

Ela afirma que ouviu do diretor executivo da PF, Roberval Re Vicalvi, que o ex-presidente Lula está impaciente e não demonstrou disposição em receber visitas no momento. Fala somente com seu advogado Cristiano Zanin.

Lula, segundo Isabel, passa o dia todo lendo ou vendo TV aberta, bebendo muita água mineral e não saiu da cela nem para caminhar, apesar de seu advogado ter recomendado que o presidente se exercite.

A ativista questionou a direção da PF quanto à segurança envolvendo a alimentação fornecida para o ex-presidente. Ouviu do policial que as marmitas são fornecidas pela empresa Blumenauense e vêm sem identificação de destinatário. A escolha da quentinha que vai para Lula seria aleatória.
Isabel também disse que cartas, flores e presentes para Lula têm chegado à PF, mas não são entregues para o presidente. Seu advogado, Cristiano Zanin, é quem recebe todo o material.

O diretor da PF afirmou que que há uma varanda no andar em que Lula está confinado, na qual ele pode caminhar e tomar banho de sol. Ele ainda não foi ao local. Um agente fica 24 horas por dia na porta da cela de Lula para qualquer eventualidade e pode acionar um médico, também de plantão, mas fora da PF, em período integral.

A entrada no andar onde está o ex-presidente é controlada pela Polícia Federal em Brasília.
Isabel Kugler Mendes entregou nessa terça um ofício à direção da PF solicitando autorização para vistoriar a cela de Lula e a dos outros presos do local. A PF ainda não se manifestou sobre o pedido.

0 comentários

Adicionar comentário

Outros artigosir para home

BNDES apoiará projetos de Internet das Coisas com pelo menos R$ 1 mi

BNDES apoiará projetos de Internet das Coisas com pelo menos R$ 1 mi(0)

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) lançou nesta quinta-feira (14) o início da seleção de projetos-piloto de Internet das Coisas (IoT), que receberão ao menos R$ 1 milhão. de incentivo Conduzida ao lado do Ministério da Ciência, Tecnologia e Comunicações (MCTIC), a iniciativa tem orçamento de R$ 20 milhões, cujos recursos não são reembolsáveis.

Justiça limita reajuste de planos de saúde individuais a 5,72%

Justiça limita reajuste de planos de saúde individuais a 5,72%(0)

O juiz José Henrique Prescendo, da 22ª Vara Cível Federal de São Paulo, de- terminou que a Agência Nacional de Saúde Complementar (ANS) aplique a inflação do setor de saúde como teto para reajuste dos planos de saúde in- dividuais e familiares em 2018. Dessa forma, a correção desses planos fica limitada a 5,72% –

Justiça alemã multa Volkswagen em 1 bilhão de euros no caso ‘Dieselgate’

Justiça alemã multa Volkswagen em 1 bilhão de euros no caso ‘Dieselgate’(0)

A Promotoria de Brauns- chweig, na Alemanha, im- pôs na última quarta-feira (13) uma multa de 1 bilhão de euros para o grupo Volkswagen pela mani- pulação das emissões de gases em motores a diesel nesta quarta-feira (13). A montadora alemã aca- tou a decisão e se decla- rou responsável pelas acu- sações no caso

Câmara dos Deputados aprova descriminalização do aborto

Câmara dos Deputados aprova descriminalização do aborto(0)

O plenário da Câmara de Deputados da Argentina, nesta quinta-feira (14), em uma sessão disputada e histórica, decidiu: por 131 votos a 123, que as mulheres terão direito ao aborto legal em qualquer circunstância até a 14ª semana de gestação. Também houve 1 abstenção.

Como Tite trouxe o Brasil para a era moderna do futebol

Como Tite trouxe o Brasil para a era moderna do futebol(0)

Era o dia 9 de julho de 2014. A Argentina havia acabado de derrotar a Holanda nos pênaltis e chegar à final da Copa do Mundo. Mas todo mundo ainda tentava assimilar o inesperado resultado da outra semifinal. O Brasil havia sido aniquila- do pela Alemanha por 7 a 1.

ler mais


Entre em contato

Av. Brig. Faria Lima, 2381 - Sala 9 - São Bernardo do Campo - SP

Redes sociais

Categorias mais populares

© 2014 Jornal Hoje Livre - Todos os direitos reservados.