Assunto para o dia todo, todo o dia. Jornal Hoje Livre o melhor do ABCDM.

Procon acha diferença de até 260% no preço do material escolar

Uma caneta esferográfica, em São Paulo, pode ter uma diferença de 260% no preço, dependendo da papelaria onde está à venda.

A Fundação Procon-SP foi às ruas da capital paulista durante três dias e checou a diferença no valor de 189 itens do material escolar.

Em uma loja, a caneta esferográfica fine 062 – 0,7mm nas cores azul, vermelha e preta (unidade) da Faber Castell custa R$ 1,75. Em outra, R$ 6,30.

Nesta quinta-feira, 11, às 11h, o Estadão recebe um representante do Procon para tirar dúvidas dos internautas sobre a compra do material escolar.

A entrevista, ao vivo, pode ser acompanhada pelo Facebook do Blog do Fausto Macedo.

A pesquisa foi realizada nos dias 7, 8 e 11 de dezembro em nove estabelecimentos e conferiu os preços de: apontador, borracha, caderno, canetas esferográfica e hidrográfica, colas em bastão e líquida, fita corretiva, giz de cera, lápis preto e colorido, lapiseira, marca texto, massa de modelar, papel sulfite, pintura a dedo, refil para fichário, régua e tesoura escolar. O resultado foi divulgado pelo Procon.

Após comparação de 136 produtos comuns entre as pesquisas de 2017 e a atual, constatou-se, em média, um acréscimo de 9,25% no preço desses itens.

O IPC-SP (Índice de Preços ao Consumidor de São Paulo) da FIPE, referente ao período, registrou uma variação de 2,45%.

A entidade sugere que antes de ir às compras, é bom verificar quais dos produtos da lista de material o consumidor já possui em casa e, ainda, se estão em condição de uso. Promover a troca de livros didáticos entre alunos que cursam séries diferentes também garante economia e reaproveitamento de recursos.
“Importante também verificar as condições de pagamento. Há estabelecimentos que oferecem descontos em pagamento à vista em dinheiro”, afirma o Procon.

Segundo a entidade, é importante lembrar que na lista de material, as escolas não podem exigir a aquisição de material de uso coletivo e higiene pessoal (materiais de escritório, de higiene ou limpeza, por exemplo), conforme determinação da Lei nº 12.886 de 26 de novembro de 2013.

0 comentários

Adicionar comentário

Outros artigosir para home

Planejamento falho impulsionou avanço da febre amarela

Planejamento falho impulsionou avanço da febre amarela(0)

A demora e a falta de planejamento nas ações preventivas e a má distribuição dos recursos públicos – sem o foco nas cidades mais afetadas

Nova diretoria do ITESCS promoverá a transformação digital das empresas

Nova diretoria do ITESCS promoverá a transformação digital das empresas(0)

A nova gestão do ITESCS – Instituto de Tecnologia de São Caetano do Sul – tomará posse no próximo dia 26 de janeiro. Liderada

Coop repassa R$ 163 mil para  federação das APAEs

Coop repassa R$ 163 mil para federação das APAEs(0)

Graças à ajuda e comprometimento de seus cooperados, a Coop – Cooperativa de Consumo acaba de repassar à Federação das APAEs do

App Sine Fácil encaminha mais de 235 mil pessoas para vagas de emprego

App Sine Fácil encaminha mais de 235 mil pessoas para vagas de emprego(0)

O aplicativo Sine Fácil encerrou 2017 com saldo positivo. No total, 235.601 trabalhadores foram encaminhados para vagas de emprego por

Bombeiro agarra criança jogada de edifício incendiado em resgate dramático

Bombeiro agarra criança jogada de edifício incendiado em resgate dramático(0)

O Corpo de Bombeiros do condado de DeKalb, no Estado americano da Geórgia, divulgou imagens dramáticas do resgate de uma criança

ler mais


Entre em contato

Grupo Hoje Livre - Av. Brig. Faria Lima, 2381 - Sala 9 - São Bernardo do Campo - SP

Redes sociais

Categorias mais populares

© 2014 Jornal Hoje Livre - Todos os direitos reservados.