Quem é a jovem irmã de Kim Jong-un que acaba de ser promovida a um poderoso cargo na Coreia do Norte

Ela aparece com frequência ao lado de seu irmão e foi anunciada como “alta funcionária” do partido oficial.
Mas agora, Kim Yo-jong, a irmã mais nova do líder norte-coreano, está prestes a se tornar a mulher mais poderosa da Coreia do Norte.

No sábado, foi anunciado que Kim Jong-un decidiu promover sua irmã e que ela ocupará um cargo no politburo (mais alto órgão do executivo) do Partido dos Trabalhadores.

Desde 2014, Yo-jong, de 30 anos, foi responsável pela imagem pública de seu irmão e ocupou o influente cargo de vice-diretora do Departamento de Propaganda e Agitação.

Seu novo cargo foi anunciado por Kim Jong-un durante um discurso na reunião do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores.

O correspondente da BBC, Danny Savage, ressalta que a promoção de Yo-jong será vista como uma nova evidência da consolidação da família Kim no poder da Coreia do Norte.

Yo-jong nasceu em 1987 e é a filha mais nova do ex-líder coreano Kim Jong-il e sua esposa, Ko Yong-hui, que também foi mãe de Jong-un e de seu irmão Jong-chol, de acordo com Michael Madden, especialista do site “web 38 North”.

A jovem estudou com seu irmão Jong-un em Berna, na Suíça, de 1996 a 2000, e teria, de volta a seu país, estudado ciências da computação na Universidade Militar Kim Il-sung.

Dizem que ela é muito próxima de seu irmão, que é 4 anos mais velho. E há relatos não confirmados de que ela é casada com o filho de Choe Ryong-hae, membro poderoso do partido e de seu politburo.

Ela foi vista pela primeira vez em um evento público em setembro de 2010, durante o Congresso do Partido dos Trabalhadores, onde apareceu com seu pai.
Durante o funeral de Kim Jong-il, em dezembro de 2011, ela ganhou grande visibilidade quando compareceu ao lado de seu irmão e funcionários do partido durante as procissões fúnebres.

Até então, ela nunca tinha sido citada. Mas, alguns meses depois, ela recebeu um cargo na Comissão de Defesa Nacional como gerente de eventos de Kim Jong-un.

A primeira vez em que foi oficialmente mencionada foi em 2014, quando acompanhou seu irmão para uma votação para a Assembleia Suprema do Povo.

Ela foi então identificada como “alta funcionária” do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores.

Consolidação
Com sua promoção, Yo-jong substituirá sua tia, Kim Kyong-hui, de grande influência na tomada de decisões de seu irmão, Kim Jong-il.

No ano passado, Kim Yo-jong foi nomeada para uma posição-chave no partido, abrindo especulações de que poderia ascender ainda mais nas graças de seu irmão e, consequentemente, da cúpula política do país.

Sua promoção, dizem os especialistas, reflete a grande estima de Jong-un por sua irmã mais nova.

“Isso mostra que seu portfólio e mandato são muito mais substanciais do que se acreditava anteriormente”, disse Michael Madden ao jornal britânico The Guardian.

“E é uma consolidação maior da família Kim no poder”, acrescentou.

Lista negra
Em janeiro passado, o Departamento do Tesouro dos EUA colocou Kim Yo-jong e outras autoridades norte-coreanas na “lista negra” de pessoas sob sanções por “graves abusos contra os direitos humanos”.
Durante seu discurso no sábado, Kim também anunciou que o chanceler Ri Yong-ho, que no mês passado se referiu ao presidente dos EUA, Donald Trump, como “presidente diabólico” em uma reunião da ONU, agora terá um cargo no politburo.

Ri Yong-ho também acusou Trump de declarar guerra à Coreia do Norte e disse que se o presidente continuar com “sua perigosa retórica”, os Estados Unidos se tornarão o “alvo inevitável” de um ataque com mísseis.

No seu discurso, Kim disse, em tom desafiador, que seguirá adiante com seu programa nuclear mesmo com as sanções e ameaças internacionais.

Horas após o discurso do líder norte-coreano, o presidente Donald Trump publicou um tuíte dizendo que, após anos de diálogo e conversas, “só há uma coisa que funcionará” para lidar com a Coréia do Norte, mas não deu mais detalhes.

0 comentários

Adicionar comentário

Outros artigosir para home

BNDES apoiará projetos de Internet das Coisas com pelo menos R$ 1 mi

BNDES apoiará projetos de Internet das Coisas com pelo menos R$ 1 mi(0)

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDES) lançou nesta quinta-feira (14) o início da seleção de projetos-piloto de Internet das Coisas (IoT), que receberão ao menos R$ 1 milhão. de incentivo Conduzida ao lado do Ministério da Ciência, Tecnologia e Comunicações (MCTIC), a iniciativa tem orçamento de R$ 20 milhões, cujos recursos não são reembolsáveis.

Justiça limita reajuste de planos de saúde individuais a 5,72%

Justiça limita reajuste de planos de saúde individuais a 5,72%(0)

O juiz José Henrique Prescendo, da 22ª Vara Cível Federal de São Paulo, de- terminou que a Agência Nacional de Saúde Complementar (ANS) aplique a inflação do setor de saúde como teto para reajuste dos planos de saúde in- dividuais e familiares em 2018. Dessa forma, a correção desses planos fica limitada a 5,72% –

Justiça alemã multa Volkswagen em 1 bilhão de euros no caso ‘Dieselgate’

Justiça alemã multa Volkswagen em 1 bilhão de euros no caso ‘Dieselgate’(0)

A Promotoria de Brauns- chweig, na Alemanha, im- pôs na última quarta-feira (13) uma multa de 1 bilhão de euros para o grupo Volkswagen pela mani- pulação das emissões de gases em motores a diesel nesta quarta-feira (13). A montadora alemã aca- tou a decisão e se decla- rou responsável pelas acu- sações no caso

Câmara dos Deputados aprova descriminalização do aborto

Câmara dos Deputados aprova descriminalização do aborto(0)

O plenário da Câmara de Deputados da Argentina, nesta quinta-feira (14), em uma sessão disputada e histórica, decidiu: por 131 votos a 123, que as mulheres terão direito ao aborto legal em qualquer circunstância até a 14ª semana de gestação. Também houve 1 abstenção.

Como Tite trouxe o Brasil para a era moderna do futebol

Como Tite trouxe o Brasil para a era moderna do futebol(0)

Era o dia 9 de julho de 2014. A Argentina havia acabado de derrotar a Holanda nos pênaltis e chegar à final da Copa do Mundo. Mas todo mundo ainda tentava assimilar o inesperado resultado da outra semifinal. O Brasil havia sido aniquila- do pela Alemanha por 7 a 1.

ler mais


Entre em contato

Av. Brig. Faria Lima, 2381 - Sala 9 - São Bernardo do Campo - SP

Redes sociais

Categorias mais populares

© 2014 Jornal Hoje Livre - Todos os direitos reservados.