Assunto para o dia todo, todo o dia. Jornal Hoje Livre o melhor do ABCDM.

Raquel Dodge defende que Joesley e Saud permaneçam presos por tempo indefinido

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, recomendou ao Supremo Tribunal Federal (STF) manter, por tempo indefinido, a prisão do empresário Joesley Batista, um dos sócios da J&F, e do executivo da empresa Ricardo Saud. O documento foi protocolado na sexta-feira (6) e disponibilizado na segunda (9) pelo STF.

A procuradora já havia se manifestado pela manutenção da prisão do empresário Wesley Batista, irmão de Joesley e um dos donos da JBS.

Presos desde o início do mês passado, eles são suspeitos de obter ajuda do então procurador Marcello Miller para fechar o acordo de delação premiada, o que teria ainda sido omitido no acordo com a Procuradoria Geral da República (PGR).
Os advogados de Joesley e Saud pediram a liberdade, alegando que os dois contribuíram efetivamente para as investigações, negando que estariam omitindo informações – a revelação de que Miller trabalharia para os executivos surgiu numa gravação entregue em agosto pela J&F.

Dodge, no entanto, disse haver indícios de que houve omissão “intencional, premeditada e de má-fé” por parte dos delatores. Ela defendeu a manutenção da prisão para evitar risco de cometimento de novos crimes e de prejuízo às investigações.

“A ocultação de fatos criminosos gravíssimos que, ao que tudo indica, eram de conhecimento do agravante, evidencia um jogo de sombras para esconder determinadas verdades, de forma a revelar má-fé na atuação do colaborador e o grave risco a que está exposta a instrução criminal e o sucesso das investigações”, escreveu Dodge no documento.

A análise caberá ao ministro Edson Fachin, que determinou as prisões no dia 8 de setembro, a pedido do então procurador-geral da República Rodrigo Janot.
Em relação a Miller, Dodge entende que, como procurador, ele efetivamente teria orientado os delatores, quando ainda integrava a PGR. “As evidências encontradas não dizem respeito apenas à possível atuação ilícita do ex-procurador da República Marcello Miller, o áudio e seu conteúdo demonstram, também, que os colaboradores estão agindo de forma orientada e que seus depoimentos buscam esclarecer de forma homogênea apenas os fatos que lhes interessam expor”, diz o parecer.

Dodge também levou em conta o “grande poder econômico” de Joesley, que “conta com propriedades, contas e residência no exterior”, o que evidencia, para a PGR, “clara possibilidade de ocultação de bens e provas no estrangeiro, além de um fundado risco de fuga”. Não há data para Fachin decidir sobre o recurso contra a prisão.

Na semana passada, Dodge defendeu também manter preso Wesley Batista, irmão de Joesley e sócio da J&F. Ele foi preso pouco depois de Joesley, em setembro, mas pela suspeita de usar a delação para lucrar no mercado financeiro.

0 comentários

Adicionar comentário

Outros artigosir para home

Batalha de Temer contra 2ª denúncia chega perto do fim: entenda por que ele deve vencer

Batalha de Temer contra 2ª denúncia chega perto do fim: entenda por que ele deve vencer(0)

A batalha do presidente Michel Temer para vencer sua segunda denúncia criminal está perto do fim. A previsão é que na próxima semana

Parecer do Cade recomenda arquivamento de inquérito contra Uber

Parecer do Cade recomenda arquivamento de inquérito contra Uber(0)

Um parecer técnico do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou o arquivamento de um inquérito administrativo

Agências do Banco do Brasil abrirão uma hora mais cedo para saques do Pasep

Agências do Banco do Brasil abrirão uma hora mais cedo para saques do Pasep(0)

As pessoas com mais de 70 anos beneficiadas com o saque das cotas do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep)

Os sintomas menos conhecidos do câncer de mama – além dos caroços no seio

Os sintomas menos conhecidos do câncer de mama – além dos caroços no seio(0)

O dia 19 de outubro marca o Dia Internacional contra o Câncer de Mama, doença que afeta centenas de milhares de pessoas em

Prefeito conhece novo Centro de  Distribuição da Suzano no bairro Batistini

Prefeito conhece novo Centro de Distribuição da Suzano no bairro Batistini(0)

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, esteve nesta quarta-feira (18) em visita ao novo Centro de Distribuição

ler mais


Entre em contato

Grupo Hoje Livre - Av. Brig. Faria Lima, 2381 - Sala 9 - São Bernardo do Campo - SP

Redes sociais

Categorias mais populares

© 2014 Jornal Hoje Livre - Todos os direitos reservados.